Pesquisar no site

Notícias

2017-09-17 00:00:00.0 Por ascom/caerr
CAERR NOS RIOS - Companhia reforça trabalho de preservação do meio ambiente com ação de limpeza às margens do rio Branco

Atualmente a preservação ambiental é um dos pontos mais discutidos em todo o mundo. Nesse sentido instituições públicas e privadas buscam alternativas para despertar na sociedade o interesse pelo desenvolvimento sustentável. Mas para que as metas sejam alcançadas é preciso que cada cidadão desperte para a importância do tema.

Em Roraima a cada dois meses o Governo do Estado, por meio da Caerr (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima) realiza o Caerr nos Rios, um projeto de educação ambiental que promove a retirada de lixo do rio Branco, o principal manancial de água potável da capital.

Neste domingo, 17, a Companhia realizou a 13ª edição do mutirão de limpeza que recolheu aproximadamente uma tonelada de lixo, incluindo garrafas peti, pneus, vidro, restos de fogão e até geladeira que não servem mais.

“O Caerr nos Rios é um projeto fundamental que tem o intuito de mostrar para a sociedade que é de extrema importância manter a preservação ambiental para que as futuras gerações possam usufruir dos recursos naturais”, esclareceu o presidente da Caerr, Danque Esbell.

Ao todo cerca de 110 parceiros participaram das atividades, durante o percurso pelas margens do rio Branco e balneários Cauamé e Caçari.

“Eu já recolho o lixo que os clientes deixam espalhados mas achei interessante para que a gente fique por dentro dessas ações, sabendo o que podemos fazer para ajudar a preservação do meio ambiente daqui para frente”, disse a autônoma Sulamita Pereira Soares, que possui um restaurante no balneário Caçari.

Divididos em equipes os voluntários seguiram nas embarcações e por terra.

“Além do rio Branco, o nosso estado possui outras fontes de água potável que precisam ser preservadas, por isso é preciso somar esforços para fortalecer os cuidados com esse bem tão precioso”, complementou a governadora Suely Campos.

“Hoje eu aproveitei para fazer um passeio no balneário Cauamé e quando vi as equipes por aqui, aproveitei para pegar um saco e ajudar, pois quem ganha com o esforço conjunto é o meio ambiente”, disse o biólogo Kleyton Maia.

Além dos colaboradores da Caerr participaram da ação voluntários da Femarh (Fundação Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos), Corpo de Bombeiros, Cipa (Companhia Independente de Policiamento Ambiental), UFRR (Universidade Federal de Roraima), IFRR (Instituto Federal de Roraima), IDECAM (Instituto de Defesa Civil da Amazônia), Centro Universitário Estácio da Amazônia, Associação dos Barqueiros, Semsa (Secretaria Municipal de Saúde), Associação Global de Catadores de Materiais Recicláveis., Eletronorte, Associação Terra Viva.

“É muito gratificante fazer parte de uma ação como essa e ter a chance de recolher resíduos sólidos que são alto poluentes e que terão o destino correto que é a reciclagem”, agradeceu Evandra Pereira do Vale, Associação Terra Viva.

“Viemos acompanhar o Caerr nos Rios para fazer um trabalho da faculdade, mas quando chegamos aqui ficamos encantadas com a força de vontade de cada pessoa aqui em ajudar”, disse Juliana Gimenez, acadêmica do curso de Serviço Social da Estácio.

“Foi muito produtivo pois além do conhecimento adquirido hoje tivemos a chance de saber o que poderemos fazer para ajudar nesse trabalho futuramente”, reforçou Elizangêla Dinis, acadêmica do curso de Ciências Biológicas do IFRR.

ANÁLISE

Durante o Caerr nos Rios, a Companhia fez também o trabalho específico de coleta de amostras de água para análise laboratorial. O objetivo é criar um banco de dados sobre a qualidade da água captada no rio branco.

“Esse trabalho de análise consiste em fazer as coletas e a partir das análises ter informações importantes para montar o banco de dados que servirá de para análise futuramente”, complementou, Leônidas Filho, biólogo.