09/10/2018

HISTÓRIA

Ela é considerada um monumento histórico dentro da Caerr (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima) e chama a atenção de quem passa por perto. A caixa d’água do Centro de Reservação e Distribuição do bairro São Pedro, sede da Companhia, carrega consigo histórias do início da década de 1970, logo após a inauguração da empresa.

As obras começaram em 1972 e duraram alguns meses. “O formato original era de um diamante, foi bem ousado para a época. Mas todos gostaram muito”, relembra o diretor Administrativo e Financeiro, Edmir Cordeiro. Colaborador da Caerr desde 1975, Cordeiro afirma que oelevado foi o pontapé inicial para as demais obras importantes que vieram depois. “Construimos também as estações elevatórias para tratamento da água, um feito importantíssimo e que beneficiava diretamente a população”, relembrou.

A pintura leva as cores originais da marca Caerr e deixou mais expressiva as dependências da Companhia. O novo brasão do estado também foi retratado na pintura.

ARMAZENAMENTO

A pintura da elevatória de 29 metros de altura levou dois meses para ser concluída. Um trabalho minucioso e rico em detalhes. O espaço armazena 1,2 milhão litros de água, abastecendo os bairros Centro, São Francisco, Aparecida, bairros dos Estados,Caçari, Paraviana, Airton Rocha, 31 de Março, Parque Caçari, River Parque e São Pedro. “As obras de revitalização aumentam a longevidade da estrutura, garantindo o bom funcionamento de todo o sistema e o mais importante é levar água de qualidade à população”, garantiu Cordeiro.

HISTÓRIA

Depois da primeira grande obra, em 1972, a Caerr fez investimentos maciços e progressivos na construção do sistema de abastecimento. Reunidas em um único complexo, a sede da Caerr dispõe de três estações de tratamento de água (ETA). A primeira delas foi construída em 1972, com capacidade de 170 litros por segundo. Ela abastecia os reservatórios elevados dos bairros São Pedro e São Vicente. A construção da segunda ETA foi em 1979, produzindo 200 litros por segundo. A terceira estação foi concluída em 2008, ampliando significamente o fornecimento de água em 11 bairros da capital. Atualmente as três ETAs produzem juntas, 1.030 litros de água por segundo.

 

09/10/2018 17:37 - ASCOM/CAERR
Compartilhe: